Quando o homem acha que precisa de um médico

Quando o homem acha que precisa de um médico

Será que os homens ainda acham que ficar doente é fraqueza?  Ou que buscar ajuda ainda é sinal de uma masculinidade questionável? Ou simplesmente pensam que não vale a pena “procurar sarna para se coçar”?

Infelizmente essas hipóteses ainda são as mais prováveis causas pelas quais os homens não buscam um tratamento preventivo para qualquer doença.

Primeiro porque não é da cultura masculina fazer exames preventivos, ao contrário da mulher que é ensinada desde quando “se torna mocinha”, que deve fazer exames e se cuidar para não adquirir doenças, e, por isso, é comum e muito recomendável que toda mulher vá ao ginecologista uma vez ao ano.  

O ginecologista acaba assumindo o papel de psicólogo, médico, conselheiro, pois é o primeiro médico que a mulher vai, e de lá acaba saindo com algumas indicações para buscar outras especialidades, já que os exames são genéricos para todos os outros itens além da parte ginecológica.

Mas quando pensamos nos homens, qual a educação que desde pequeno ensinamos a eles?  A sociedade diz que homem que é homem não chora; que homem que é macho resolve seus problemas, e que homem precisa provar sua masculinidade.

Por isso, criamos ainda hoje uma cultura onde o homem acredita que não precisa se prevenir.  E, infelizmente, ele chega aos consultórios com doenças já estabelecidas, com diagnósticos, muitas vezes, tardios e com menos chances de cura, ou de tratamentos menos invasivos.

Ainda cultivamos em nossa sociedade a importância do trabalho acima de tudo, e impera a falta de tempo para fazer exames, procurar diversas especialidades médicas para um checkup preciso e frequente. Será que realmente até a saúde é menos importante que o trabalho?

Queremos deixar o apelo a todos os homens, de que mais vale um pedaço de tempo perdido, do que perder a vida pela falta de prevenção.

Os cuidados diários com as doenças crônicas, as precauções com os tratamentos iniciados, o seguimento das orientações médicas... tudo isso faz parte do cuidado com a saúde.  A prevenção de uma doença mais grave é a única forma que temos de nos preservar e de continuarmos curtindo a vida.

Este mês de novembro tem a intenção de alertar aos homens que não existe Super-Homem, ou se existe, há muito mais criptonita do que imaginamos.

Sejamos conscientes e vamos nos cuidar!!

Erika Scandalo

Erika Scandalo

Especialista em Psicologia Clínica, escreve sobre a vida e diferentes formas de aproveitá-la.  Acredita que a felicidade é consequência de uma visão proativa sobre as dificuldades.  Ser feliz é mais um olhar sobre o que se tem, do que ter tudo o que se quer. Site: www.erikascandalo.com.br

  • IKCC - International Kidney Cancer Coalition
  • World Ovarian Cancer Day
  • WAPO - World Alliance of Pituitary Organizations
  • The Carcinoid Cancer Foundation
  • Alianza GIST
  • The Life Raft Group

Faça parte Novidades

Temos muitas coisas para compartilhar com você.
Lembre-se: você não está sozinho!

Digite o email corretamente

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso. Obrigado!

Indique este site

Indicação realizada com sucesso!

Seja parceiro

Mensagem enviada com sucesso!

Seja voluntário

Mensagem enviada com sucesso!

Envie seu depoimento

Depoimento enviado com sucesso!