Câncer de mama x relacionamentos

Câncer de mama x relacionamentos

As pessoas mudaram comigo depois do diagnóstico e não sei o que fazer. Como ajudar?

O câncer, qualquer outra doença ou situação que gere risco para um indivíduo, impacta significativamente os relacionamentos e a avaliação sobre a vida. O câncer de mama ainda influencia diretamente na identidade da mulher e sua feminilidade.

Todos nós sabemos que um dia iremos morrer, mas a proximidade de uma doença traz a morte tão perto, e no sentido mais positivo dessa experiência, as pessoas passam a pensar em formas adequadas para aproveitar todas as oportunidades da vida.  Em outras situações a proximidade com a ideia de morte deixa as pessoas perturbadas e deprimidas.

É muito natural que os relacionamentos sejam abalados por alguns fatores como: insegurança, medo, mudança de rotina, alto nível de exigência sobre o outro, percepção diferente sobre a parceria, superproteção, dentre outros.

O importante a pensar é que as relações são construídas a partir da dedicação dos envolvidos; se estou dedicada à minha recuperação física, não estou disponível para investir na relação por exemplo.  A outra pessoa me vendo com necessidades específicas, tende a me prestar mais auxílio.  Essas mudanças ocorrem no cotidiano da família e do casal, e a maneira com que todos enfrentam as dificuldades advindas de uma doença como o câncer, é que nos dirá qual o tamanho do impacto sobre cada um.

Outra mudança importante são as alterações emocionais vivenciadas pelos indivíduos doentes.  Sejam elas estimuladas pelos medicamentos, seja pela situação de dependência/impotência/ansiedade inerentes à doença.

Agora, quando nos referimos especificamente ao câncer de mama, precisamos nos ater a uma questão muito peculiar relacionada à identidade feminina.  As mamas são parte de um símbolo de feminilidade, sensualidade, beleza, delicadeza e inclusive competência materna, no que se refere ao poder de amamentar a prole.

Se temos um comprometimento da mama, há certamente um grande impacto em como a mulher se sentirá na execução de seu papel de mulher e mãe.  Infelizmente a cultura da beleza perfeita só aumentará o medo e as sensações de inadaptação desta mulher.

Mas se você tem câncer de mama, lhe deixo algumas questões:

  • Como você acredita que estar lidando com o câncer?
  • Como tem tratado seu corpo?
  • E sua parceria, o quanto você tem se permitido compartilhar e dividir suas angústias?

Principalmente quando falamos sobre o relacionamento afetivo, ter dúvidas sobre seu corpo interfere diretamente no quanto desejamos ou não investir na relação.  O câncer ainda é uma doença tabu e precisamos ensinar aos outros como gostaríamos de ser tratadas.

Muitas vezes a mulher se afasta e tem atitudes de afastamento da relação.  Como consequência acaba se sentindo mais sozinha e menos desejada.  Precisamos entender que é exatamente para o lado contrário que precisamos caminhar.  Não é necessário nem benéfico passar por isso sozinha.  Vale muito à pena pedir ajuda para aceitarmos um corpo diferente – que aos poucos poderá se recuperar dos prejuízos na pele, no cabelo, no peso, com a própria reconstrução das mamas, etc.

Partilhar nossos medos, pedir ajuda, segurar numa mão amiga é o melhor começo para enfrentar todas as dificuldades do tratamento e da recuperação.

E só para terminar vale lembrar que o amor é construído aos poucos, seja em situações fáceis ou difíceis.  Somente se nos permitirmos investir na relação é que poderemos ter a outra parte compartilhando conosco e nos apoiando.

Erika Scandalo

Erika Scandalo

Especialista em Psicologia Clínica, escreve sobre a vida e diferentes formas de aproveitá-la.  Acredita que a felicidade é consequência de uma visão proativa sobre as dificuldades.  Ser feliz é mais um olhar sobre o que se tem, do que ter tudo o que se quer. Site: www.erikascandalo.com.br

  • IKCC - International Kidney Cancer Coalition
  • World Ovarian Cancer Day
  • WAPO - World Alliance of Pituitary Organizations
  • The Carcinoid Cancer Foundation
  • Alianza GIST
  • The Life Raft Group

Faça parte Novidades

Temos muitas coisas para compartilhar com você.
Lembre-se: você não está sozinho!

Digite o email corretamente

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso. Obrigado!

Indique este site

Indicação realizada com sucesso!

Seja parceiro

Mensagem enviada com sucesso!

Seja voluntário

Mensagem enviada com sucesso!

Envie seu depoimento

Depoimento enviado com sucesso!